Àrea do Assinante

Olá Assinante, faça login em sua conta!

Área do Assinante
Segunda, 22 Janeiro 2018

Durante o mês de julho, haverá concertos às quintas e às sextas-feiras, às 20h, na Matriz de Tiradentes.


Nos dias 14, 21 e 28 de julho, às 17h45, haverá um programa especial: Concertos para famílias, onde crianças de todas as idade são bem vindas!


Esses concertos são mais informais e são apresentados com a ajuda de um datashow, para que o contato das crianças com a música erudita seja facilitado.

 

 

Agenda de concertos dos Órgãos Históricos de Minas Gerais - Julho de 2017




Órgão da Matriz de Santo Antônio - Tiradentes/MG



13/07 - quinta-feira

20h - Elenis Guimarães (soprano) e Elisa Freixo (órgão)


14/07 - sexta-feira

17h45 - Concerto para famílias - crianças de todas as idades são bem- vindas

20h - Elenis Guimarães (soprano) e Elisa Freixo (órgão)


20/07 - quinta-feira

20h - Elisa Freixo (cravo) e Thiago Tavares (órgão)


21/07 - sexta-feira

17h45 - Concerto para famílias - crianças de todas as idades são bem- vindas

20h - Elisa Freixo (cravo) e Thiago Tavares (órgão)


27/07 - quinta-feira

20h - Trio Marruá: Rose Moreira (soprano), Edilson Lima (guitarras barrocas) e Elisa Freixo (órgão)


28/07 - sexta-feira

17h45 - Concerto para famílias - crianças de todas as idades são bem- vindas

20h - Trio Marruá: Rose Moreira (soprano), Edilson Lima (guitarras barrocas) e Elisa Freixo (órgão)

 


Ingressos a partir de R$ 40,00 (inteira) e R$ 20 (meia)

Ingressos para os concertos destinados a famílias e crianças, a partir de
R$ 25,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)

Crianças a partir de 5 anos

 

Órgão da Matriz de Santo Antônio - Tiradentes

Exemplar do século XVIII, o órgão daMatriz foi encomendado em 1785 ao organeiro português Simão Fernandes Coutinho, na cidade do Porto. A Vila de São José do Rio das Mortes, nossa atual Tiradentes, vivia a efervescência musical do período barroco e o órgão acompanharia a liturgia e as celebrações familiares. Restaurado agora de modo pleno, o órgão da Matriz de Santo Antônio é motivo de orgulho. Voltou a ser um dos centros da vida comunitária, religiosa, cultural e musical da cidade de Tiradentes.


Toda essa história continua viva por causa do trabalho incansável da organista Elisa Freixo, responsável pela manutenção dos instrumentos.

No dia que marca o descobrimento de Ouro Preto, o Museu do Oratório presenteia a cidade com um concerto especial. No dia 24 de junho, data em que, em 1698, a bandeira de Antônio Dias vislumbrou o pico do Itacolomi e acessou o local onde, antes, haviam descoberto ouro recoberto por óxido de ferro, o flautista Maurício Freire e a organista Elisa Freixo apresentam um repertório com obras de J. Bodin de Boismortier, Carl Philipp Emanuel Bach, Georg Friedrich Haendel e Johann J. Quantz, às 18h, na sede do Museu (Adro do Carmo, 28 – Centro • Ouro Preto/MG).

 

O flautista Maurício Freire ressalta a experiência de tocar no Museu do Oratório, em meio a um acervo que é único no mundo: “A experiência de tocar um repertório do século XVIII em um ambiente do século XVIII é singular: a acústica, o ambiente compõem com as obras que serão executadas”.

 

O concerto é gratuito. As entradas podem ser retiradas, na sede do Museu do Oratório, a partir do dia 21 de junho (quarta-feira), das 9h30 às 17h30.

 

Os musicistas

 

Elisa Freixo é organista e cravista, responsável pelos órgãos do Circuito de Órgãos Históricos de Minas Gerais. Estudou piano e órgão na Faculdade Santa Marcelina (São Paulo), onde se graduou. Na Europa, aprofundou seus estudos de cravo e órgão na Escola Superior de Música e Teatro de Hamburgo, na Schola Cantorum de Paris, no Conservatório de Rueil Malmaison, assim como em diversas Masterclasses na Alemanha, Suíça e Espanha. Sua discografia conta com diversos títulos. Dedica-se, ainda, à restauração e preservação de órgãos em todo o Brasil, além manter uma agenda de concertos ao órgão, cravo e fortepiano no Brasil e no exterior.

 

Maurício Freire é professor titular da Escola de Música da UFMG, onde se graduou em 1987. É o único flautista a receber o título de Doutorado, com honras, no New England Conservatory (EUA). Desde 2003 atua como primeiro flautista solista convidado da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp). Trabalhou com importantes compositores como Thea Musgrave, Ezra Sims, H. J. Koellreuter e Eduardo Bértola, atuando no Boston Musica Viva, um dos principais grupos de música contemporânea dos EUA, e no Grupo de Música Contemporânea da UFMG.  Se apresenta nas principais salas do país além dos EUA, Europa e América do Sul. Mantém, com a cravista e organista Elisa Freixo, um duo que se apresenta regularmente em concertos.

 

 

Serviço:

 

Concerto com Maurício Freire (flauta) e Elisa Freixo (órgão)

 

Dia: 24 de junho, sábado

 

Horário: 18h

 

Local: Museu do Oratório – Adro da Igreja do Carmo, 28 - Ouro Preto.

 

Entrada gratuita. A retirada do ingresso pode ser feita a partir do dia 21 de junho, na sede do Museu do Oratório.

O feriado de Corpus Christi terá muita música clássica nas cidades mineiras de São João del-Rei e Tiradentes.

 

Em São João del-Rei, no dia 15 de junho (quinta), os organistas Elisa Freixo e Thiago Tavares se apresentam ao Órgão do Museu Regional e, também, com uma espineta italiana. O concerto vai apresentar algumas obras originais e um arranjo de Haëndel para dois instrumentos de teclas. O programa tem obras de G. F. Haëndel, Jan Vanhal e de um anônimo italiano do século XVIII escritas para dois teclados, entremeadas por peças solo para órgão, com Danças e Sonatas do Barroco. O repertório para dois instrumentos de teclas do período Barroco é volumoso, mas pouco conhecido. Muitas igrejas europeias e brasileiras tinham e ainda têm dois ou mais órgãos para uso nas liturgias. Com isso, surgiu um escrita original característica para esses instrumentos e, em outros casos, parte do repertório foi adaptada para essa formação.

 

Em Tiradentes, Elisa Freixo (órgão) e Maurício Freire (flauta) se apresentam no dia 16 de junho (sexta), às 20h. No programa, obras de J.S.Bach e seu filho Johann Christoph Friedrich, Quantz, Haendel, entre outros autores. As obras escolhidas para compor o programa são Sonatas escritas originalmente para flauta e instrumento de teclado obligatto. Assim o teclado dialoga com a flauta na forma de um trio. Peças solo para flauta e para órgão completam a apresentação.

 

Também sexta feira, às 17h45 acontece na Matriz um Concerto especial para famílias com crianças. Nesse horário o concerto será mais curto e informal, com apresentação de imagens e explicações a respeito do funcionamento do órgão. O repertório contém obras curtas de autores como Mozart, Haydn e Bach.

 

Os Músicos

 

Elisa Freixo é organista e cravista, responsável pelos órgãos do Circuito de Órgãos Históricos de Minas Gerais. Estudou piano e órgão na Faculdade Santa Marcelina (São Paulo), onde se graduou. Na Europa, aprofundou seus estudos de cravo e órgão na Escola Superior de Música e Teatro de Hamburgo, na Schola Cantorum de Paris, no Conservatório de Rueil Malmaison, assim como em diversas Masterclasses na Alemanha, Suíça e Espanha. Sua discografia conta com diversos títulos. Dedica-se, ainda, à restauração e preservação de órgãos em todo o Brasil, além manter uma agenda de concertos ao órgão, cravo e fortepiano no Brasil e no exterior.

 

Thiago Tavares iniciou seus estudos musicais com o violão em 1995, em Petropolis/RJ, sua cidade natal. A partir de 2002, dedica-se ao estudo do órgão, sob a orientação do prof. Marco Aurelio Lischt, ingressando na Escola de Música da UFRJ em 2003, na classe da professora Regina Lacerda. Estuda Regência Orquestral na UFRJ a partir de 2005, sob orientação de Sergio Pires e Ernani Aguiar. Após concluir seu bacharelado em regência orquestral na Escola de Musica da UFRJ fez um mestrado desenvolvendo pesquisa em musicologia histórica na UFRJ sob a orientação do Dr. João Vidal. Organista e Mestre de Capela da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Petrópolis, de 2002 a 2015, cravista e organista da Orquestra Barroca da UNIRIO (OBU) entre 2009 e 2012, dedica-se ainda a intensas atividades didáticas, apresentando-se em concertos como organista, cravista e regente. Vive atualmente em Tiradentes, onde atua como organista na Matriz de Santo Antônio.

 

Maurício Freire é professor titular da Escola de Música da UFMG, onde se graduou em 1987. É o único flautista a receber o título de Doutorado, com honras, no New England Conservatory (EUA). Desde 2003 atua como primeiro flautista solista convidado da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp). Trabalhou com importantes compositores como Thea Musgrave, Ezra Sims, H. J. Koellreuter e Eduardo Bértola, atuando no Boston Musica Viva, um dos principais grupos de música contemporânea dos EUA, e no Grupo de Música Contemporânea da UFMG.  Se apresenta nas principais salas do país além dos EUA, Europa e América do Sul. Mantém, com a cravista e organista Elisa Freixo, um duo que se apresenta regularmente em concertos.

 

 

Os Órgãos

 

Órgão da Matriz de Santo Antônio – Tiradentes/MG

 

Exemplar do século XVIII, o órgão da Matriz foi encomendado em 1785 ao organeiro português Simão Fernandes Coutinho, na cidade do Porto. A Vila de São José do Rio das Mortes, nossa atual Tiradentes, vivia a efervescência musical do período barroco e o órgão acompanharia a liturgia e as celebrações familiares. Restaurado agora de modo pleno, o órgão da Matriz de Santo Antônio é motivo de orgulho. Voltou a ser um dos centros da vida comunitária, religiosa, cultural e musical da cidade de Tiradentes. 

 

 

 

 

 

Órgão do Museu Regional - São João del-Rei/MG

 

O Órgão de tubos de São João del-Rei volta a funcionar depois de 80 anos de silêncio. Depois de um minucioso trabalho de restauro, o antigo órgão de tubos do acervo do Museu Regional da cidade, unidade do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), volta a fazer parte da cena musical de São João del-Rei e do circuito histórico de Minas Gerais. O órgão foi restaurado sob a coordenação técnica da organista Elisa Freixo. Fabricado no final do século XVIII, em São João del-Rei, o instrumento é o único de origem civil em funcionamento que foi confeccionado no Brasil, com técnicas e matérias-primas locais. 

 

 

 

Toda essa história continua viva por causa do trabalho incansável da organista Elisa Freixo, responsável pela manutenção dos instrumentos.

 

 

Serviço

 

Concerto com Elisa Freixo e Thiago Tavares (órgão e espineta) no Museu Regional de São João del-Rei/MG

15 de junho - quinta feira
19h
Entrada franca. São 70 lugares. 

 

Concerto especial para crianças na Matriz de Santo Antônio, em Tiradentes/MG

16 de junho – sexta-feira

17h45

 

Concerto com Elisa Freixo (órgão) e Maurício Freire (flauta) na Matriz de Santo Antônio, em Tiradentes/MG

16 de Junho, sexta feira

20h

 


Ingressos no local, a R$ 35,00 (inteira) e R$ 20 (meia)

 

Informações: (32) 98812-8512
Crianças a partir de 5 anos

A leveza e a sonoridade transmitidas pelos instrumentos e a habilidade dos músicos, durante um concerto, vão além do que se imagina. Exige o talento e a sensibilidade de quem constrói o instrumento.

 

Em comemoração aos 324 anos, Curitiba ganhou um órgão de tubos com 204 flautas e quatro timbres, construído especialmente para Capela Santa Maria e a Camerata Antiqua. “Era um presente aguardado há anos pelos músicos”, conta Francisco Freitas Junior, integrante da Camerata. “Adquirimos um instrumento de qualidade feito por um profissional respeitado no Brasil. O novo órgão enriquecerá nossos concertos por ter uma variedade de timbres e maior potência sonora”, avalia.

 

O instrumento com mais de três mil peças feitas manualmente levou seis meses para ficar pronto. Um projeto que superou as perspectivas do próprio inventor, o construtor de órgãos Manfred Ronald Worlitschek. “A construção de um instrumento é um trabalho muito detalhado, exige conhecimento de música, acústica, matemática, física, marcenaria e ainda tem que saber usar materiais como o couro e os metais. Os instrumentos mais modernos exigem também conhecimento de elétrica e eletrônica”, explica Worlitschek.

 

No Rio Grande do Sul, Estado que escolheu para viver quando chegou da Alemanha, Worlitschek construiu um órgão de 35 timbres, 2.204 flautas, para a Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), o maior feito por ele até hoje.

 

O talento e a sensibilidade de Worlitschek despertaram cedo, ainda criança. “Desde pequeno eu sonhava com uma profissão que tivesse uma grande abrangência e me encontrei como construtor de órgãos de tubo”, lembra ele, que há 38 anos dá vida aos instrumentos.

 

Para que tudo funcione com harmonia outros dois profissionais entraram em cena: o técnico afinador de pianos Donizete Bonifácio e o organista Ricardo Herrmann. O órgão foi montado por Manfred na Capela Santa Maria e, antes de ser finalizada a montagem, o técnico afinador, formado pela fábrica de piano Essenfelder, fez as regulagens necessárias para que o som seja o mais belo possível. “A madeira ganha vida ao se transformar em instrumento, você passa mão na madeira para a construção da tábua harmônica, é como se fosse um rio que te dá a direção. Se seguir essa direção, você constrói um instrumento imbatível”, diz Bonifácio.

 

Depois de afinado, a vez é do organista. As mãos hábeis de Herrmann e a sonoridade emitida demonstram que o trabalho de Worlitschek e Bonifácio foi perfeito. “É um instrumento primordial, principalmente para a Camerata que cultiva a música vocal de Dieterich Buxtehude, Johann Sebastian Bach, Georg Friedrich Händel, François Couperin e outros compositores Barrocos.”

 

Camerata 43 anos 

 

Fundada em 1974 pelo maestro Roberto de Regina e a cravista Ingrid Seraphim, a Camerata Antiqua de Curitiba tem como mantenedora a Fundação Cultural de Curitiba. É formada por um coro e orquestra de câmara.

 

Inicialmente a proposta de repertório da Camerata baseava-se na interpretação e na pesquisa da música antiga. Após vários anos de dedicação exclusiva à música do período Barroco e da Renascença, o grupo passou a se dedicar também ao repertório de compositores contemporâneos nacionais e estrangeiros.

 

As várias apresentações no Brasil e no exterior mostram a versatilidade do grupo, graças à capacidade técnica dos músicos na interpretação da música antiga e contemporânea. O coro da Camerata conta com 20 cantores que foram orientados tecnicamente por Neyde Thomas, e a orquestra com 20 instrumentistas de cordas.

 

 

 

 

 

Fonte: ICAC

GRUPO DE ESTUDOS - ÓRGÃO TUBULAR

 

Desde 2007 oferecemos cursos intensivos para organistas nos meses de férias. Os próximos cursos acontecerão em São Paulo e Minas Gerais entre janeiro e fevereiro de 2017

 

Curso de órgão

 

:: Primeiro módulo em São Paulo ::
de 29 a 31 de Janeiro de 2017 
 professores Delphim Rezende Porto e Elisa Freixo

 

:: Segundo módulo em Tiradentes ::
de 1 a 4 de Fevereiro de 2017
professores Edite Rocha e Elisa Freixo

Inscrições abertas para alunos iniciantes e avançados

 

:: Horário ::
Diurno - períodos da manhã e tarde

 

:: Locais ::
em São Paulo, em órgãos tubulares a serem anunciados posteriormente
em Minas Gerais, na Matriz de Tiradentes e no Museu Regional de São João del-Rei

 

:: Repertório ::
será fornecido mediante confirmação de inscrição, além das obras de livre escolha que deverão ser indicadas previamente

Os módulos são independentes
Aceitamos inscrições de alunos participantes e ouvintes

 

:: Informações ::
Elisa Freixo – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Thiago Tavares – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

Cursos na Casa da Elisa

 

:: Variações Goldberg de J.S.Bach ::
Dias 20 a 22 de Janeiro 
Carga horária – 12 h/aula

 

:: Caminhos Sonoros ::
A música na América Portuguesa
Dias 27 a 29 de janeiro 
 Carga horária – 12 h/aula

 

:: Paixão Segundo São João de J.S.Bach ::
Dias 13 a 16 de Abril
Carga horária – 16 h/aula

 

:: Público alvo ::
qualquer pessoa que goste de ouvir música, inclusive pessoas não iniciadas em teoria musical

 

:: Local ::
Casa da Elisa Freixo em Tiradentes

 

:: Mais informações ::
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.