Àrea do Assinante

Olá Assinante, faça login em sua conta!

Área do Assinante
Segunda, 22 Janeiro 2018

 

A Sala Cecília Meireles apresenta dentro da Série Sala Música de Câmara os cravistas Ana Cecília Tavares e Marcelo Fagerlande. No dia 11 de maio às 20:00h, com narração de Marcelo Coutinho. Compra de ingressos, clique aqui.

 

Os cravistas Ana Cecilia Tavares e Marcelo Fagerlande lançam em 2017 seu novo CD “Originais &Transcrições”, em que apresentam obras de J. S. Bach, F. Couperin e J. B. de Boismortier em inéditas versões para dois cravos. Fazem parte do novo álbum uma transcrição do Concerto de Brandenburgo nº 6, o Concerto em dó maior para dois cravos em sua versão original, ambos da autoria de Bach, A Apoteose de Corelli, considerada um “monumento” no conjunto da obra de Couperin e uma transcrição da Chaconne da ópera Don Quichotte, de Boismortier.

 

As obras desses compositores aqui incluídas são versões que ilustram a liberdade de transmissão dessas criações, o que tanto ocorria na época em que foram compostas, como acontece hoje em dia. Até a invenção dos meios eletrônicos, as obras orquestrais transcritas para instrumentos de teclado, mais especificamente, desempenhavam uma importante função: consistiam no único meio disponível para o deleite de um repertório que, do contrário, não poderia ser ouvido em um ambiente doméstico. Hoje em dia as transcrições são realizadas não mais por esse motivo, mas pelo prazer de ouvir e tocar determinada obra em um instrumento específico.

 

 

Programa

 

François Couperin
O Parnaso ou A Apoteose de Corelli
– Corelli, ao pé do Parnaso.
– Corelli encantado pela boa recepção.
– Corelli bebendo na fonte de Hipocrene.
– Entusiasmo de Corelli.
– Corelli após seu entusiasmo, adormece.
– As Musas acordam Corelli.
– Agradecimento de Corelli

 

Narração: Marcelo Coutinho

 

Johann Sebastian Bach
Concerto em Dó Maior para dois cravos, BWV 1061a
[…] / Adagio ovvero Largo / Fuga

 

Joseph Bodin de Boismortier (transcr. Marcelo Fagerlande e Maria Aida Barroso)
Chaconne extraída do ballet comique “Dom Quixote e a Duquesa”

 

Johann Sebastian Bach (transcr. Kenneth Gilbert)
Concerto de Brandenburgo nº 6, BWV 1051
[…] / Adagio ma non tanto / Allegro

 

 

 

 

 

Fonte: Sala Cecília Meireles

 

Recital com o maestro Roberto de Regina

Postado por Terça, 11 Abril 2017 00:00

 

O recital do cravista, maestro e desbravador Roberto de Regina, celebrará os 70 anos de carreira do maestro, quando presenteará o público com memoráveis obras dos grandes mestres do período barroco. Nesta ocasião, o maestro irá autografar seu primeiro livro "Vida e Obra de Roberto de Regina". 

 

Na Cidade das Artes na Sala Teatro de Câmara no dia 15 de abril às 20:00h, Rio de Janeiro.

 

PROGRAMA

 

I - Suíte Renascença - Séc. XVI

a - Polônia

b - Inglaterra

c - Espanha

d - Alemanha

 

II - J. S. Bach

a - Prelúdio e Fuga em Dó maior

b - Prelúdio em Ré menor

c - Muzette

 

III - Jean-Philippe Rameau - Séc. XVIII

a - Tambourin

b - Les Sauvages

c - La Poule

 

IV - François Couperin

a - Le Carillon de Cithère

b - Muzette de Choisie

c - Muzette de Taverni

 

V - D. Scarlatti - Séc. XVIII 6 Sonatas  

      I - Ré menor - L 33

      II - Dó maior - L 104

     III - Do maior - L 252

     IV - Dó menor - L 356

      V - Dó maior - L 457

     VI - Ré maior - L 104

 

O LIVRO 

 

Com toda sua irreverência, Roberto de Regina escreveu suas experiências de vida de uma forma leve e solta. O livro tem 212 páginas e ainda um DVD - Farsa Madrigalesca com música espa

 

 

 

Fonte: Cidade das Artes

Série Sala Barroca, Flauta e Cravo

Postado por Domingo, 12 Março 2017 00:00

 

 

Na Sala Cecília Meireles, Rio de Janeiro, acontece a apresentação de Mauricio Freire, flauta e Felipe Nabuco-Silvestre, cravo, no dia 15 de março às 20:00h.

 

Considerado pelo Boston Globe como um “músico especial”, Maurício Freire é um dos mais destacados flautistas de sua geração. É Diretor e Professor Titular da Escola de Música da UFMG. Graduado pela mesma instituição em 1987, é o único flautista a receber o título de doutorado com honras no New England Conservatory, EUA. Desde 2003 tem atuado com 1º Flautista Solista Convidado da OSESP e mantém uma ativa carreira com o solista, camerista e professor de máster classes no Brasil e no exterior. Trabalhou com importantes regentes e compositores como Kurt Mazur, Kristof Penderecki, Eiji Owe, Sofia Gubaidulina, Ezra Sims e H J Koellteuther. Foi membro do Boston MusicaViva, um dos principais grupos de música contemporânea dos EUA, e do Grupo de Música Contemporânea de UFMG. Possui várias gravações de diversos estilos e épocas, inclusive CD’s com a OSESP.

 

Diplomado na Staatliche Musik Hochshcule Freiburg – Alemanha, Felipe Nabuco-Silvestre integrou o Freiburger Kammer Trio e gravou para as diversas emissoras na Alemanha. Como pedagogo, foi professor da Universidade de São Paulo, Staedtische Musikschule Lahr-Alemanha, Academia de Música Calouste Gulbenkian em Braga-Portugal, e atuou em diversos festivais de música no Brasil e na Alemanha. Entre 1987 e 2001 dirigiu os “Encontros com o Barroco” na cidade do Porto-Portugal, e os “Cursos Internacionais de Música Barroca”. Em 1992 fundou na cidade do Porto o Centro de Estudos de Música Barroca e o seu Coro de Câmera, com o qual apresentou, durante 10 anos consecutivos, as grandes obras do Barroco Europeu e Brasileiro. Desde 2006 é “Artistc Adviser” da FAS Arts Management – NY, e Diretor Executivo da NGS Eventos Culturais-Brasil

 

 

Programa

 

Johann Sebastian Bach
As Sonatas para Flauta e Cravo

 

Sonata Dó Maior
– Andante
– Allegro
– Adágio
– Menuett I
– Menuet II

 

Sonata em Sol Menor
– Allegro
– Andante
– Allegro

 

Sonata em Mi Maior
– Adágio ma non tanto
– Allegro
– Siciliano
– Allegro Assai

 

[INTERVALO]

 

Sonata em Mi Maior
– Adagio ma non tanto
– Allegro
– Siciliano
– Allegro Assai 

 

Sonata em Mi Bemol Maior
– Allegro
– Andante
– Presto

 

Sonata em Si Menor
– Andante
– Largo e Dolce
– Presto

 

 

 

Fonte: Sala Cecília Meireles

 

Na Sala Cecília Meireles, dia 03 de novembro de 2016 às 20:00h.

 

Olivier Baumont, Rosana Lanzelotte, pianoforte
Julien Chauvin, violino
Alberto Kanji, violoncelo
Participação especial: Jean-Paul Lefèvre (como Sigismund Neukomm)

 

O Amor Brasileiro

 

Aluno predileto de Joseph Haydn, o austríaco Sigismund Neukomm (1778 – 1858) chegou ao Brasil em 1816 como integrante da Missão Artística Francesa e aqui permaneceu até 1821, período durante o qual compôs cerca de 70 obras. Sua importância é capital: foi o primeiro a se utilizar de gêneros populares brasileiros, como a modinha e o lundu, em obras clássicas, prática que se tornou a marca da produção musical brasileira.

 

Olivier Baumont é hoje o titular da classe de cravo do Conservatório Nacional de Música e Dança de Paris. Sua discografia de mais de 40 CDs, todos aclamados pela imprensa internacional, compreende a integral das obras dos dois principais compositores do barroco francês: François Couperin e Jean-Philippe Rameau.

 

Rosana Lanzelotte especializou-se em cravo no Conservatório Real e na Schola Cantorum. Gravou obras raras de Bach e Haydn, sonatas inéditas do português Avondano e peças de compositores brasileiros a ela dedicadas. Recebeu o prêmio Golfinho de Ouro e a comenda Chevalier des Arts et des Lettres, outorgada em 2006 pelo Governo francês.

 

Julien Chauvin recebeu o primeiro prêmio do Concurso Geral em Paris, em 1997, e foi laureado em 2003 no importante Concurso Internacional de Música Antiga, em Bruges. Desde então se apresenta como solista em importantes salas de concerto por todo o mundo.

 

Alberto Kanji é membro da OSM, professor da Faculdade Cantareira e da Emesp, integrante do quarteto Quadrus Chordarum e do Quinteto Pierrot, formou-se mestre em 2007 no Conservatório Sweelinck de Amsterdam sob orientação de Gregor Horsch.

 

P R O G R A M A

 

Obras de Sigismund Neukomm

 

Marcha Triunfal
Allegro brillante – Trio

 

Sonata para pianoforte a 4 mãos
– Allegro
– Andante
– Allegro Vivace

 

O Amor Brasileiro, capricho para pianoforte sobre um lundu brasileiro

 

Sonata para pianoforte e violino
– Allegro ma non tropo
– Andante con moto
– Allegro alla turca

 

Noturno para piano, violino e violoncelo
– Andante, quasi Adagio
– Andantino e Variações
– Presto

 

L’Allegresse Publique

 

 

XIII Semana do Cravo / 03, 04 e 05 de outubro de 2016

 

Entrada Franca

 

Coordenação: Prof. Marcelo Fagerlande

 

Criada e coordenada pelo cravista Marcelo Fagerlande em 2004, a Semana do Cravo, único evento do gênero no país, será realizada pelo décimo terceiro ano consecutivo na Escola de Música da UFRJ. A Semana tem reunido diversas gerações de cravistas brasileiros e eventualmente convidados internacionais, oferecendo tanto recitais com entrada franca, como mesas-redondas sobre diversos aspectos que envolvem o instrumento (pesquisa histórica, ensino, inserção no mercado, preservação, entre outros).

 

Em 2016 o evento homenageará Roberto de Regina, por seus 90 anos, O decano dos cravistas brasileiros apresentará uma palestra na abertura. Participarão no total vinte e quatro professores e alunos das seguintes instituições:Escola de Música de Brasília, Universidade Estadual de Campinas, EMESP, Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Federal de Juiz de Fora, FFCLRP /USPe Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro, anfitriã do evento. Estarão reunidos destacados cravistas atuantes no Brasil, como Helena Jank, Pedro Persone, Mario Trilha, Ana Cecilia Tavares, Marcelo Fagerlande, Luciana Câmara, Rita Cabus e o pesquisador Felix Ferrá.

 

Haverá ainda uma oficina de manutenção de cravos, com o luthier Cesar Guidini (Americana, São Paulo) e as mesas redondas abordarão temas como “Aspectos interpretativos, técnicos e históricos da música de teclado do século XVIII e seus reflexos no século XXI” e “As pesquisas organológicas e sua relação com as práticas interpretativas”. O programa dos recitais inclui obras desde o século XVII até o século XXI, ilustrando o amplo espectro que o instrumento proporciona.

 

Serviço

 

Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Programa de Pós-Graduação

Rua do Passeio 98, Centro, Rio de Janeiro

Sala da Congregação

 

Programação

 

Dia 03 de outubro

 

14:00h: Mesa-redonda de Abertura

 

Homenagem a Roberto de Regina, em comemoração aos seus 90 anos

 

Palestrante: Prof. Roberto de Regina

Mediador: Prof. Marcelo Fagerlande - UFRJ

 

18:00h (programa): Recital de alunos dos cursos pro­fis­si­o­na­li­zante, de gra­du­ação e pós-gra­du­ação das se­guintes ins­ti­tui­ções: Es­cola de Mú­sica/UFRJ, Es­cola de Mú­sica de Bra­sília (CEP-EMB), UNI­CAMP, UFPE, FF­CLRP /USP, UFJF, Es­cola Mu­ni­cipal de Mú­sica, SP.

 

Mesas-Redondas e Oficinas

 

Dia 04 de outubro

 

10:00h: Oficina de manutenção de cravos, Cesar Ghidini, construtor, Americana-SP

 

14:00h: "Aspectos interpretativos, técnicos e históricos da música de teclado do século XVIII e seus reflexos no século XXI"

              Prof. Pedro Persone, UFSM

              Profa. Luciana Camara, UFPE

              Prof. Mario Trilha, Universidade do Estado do Amazonas - UEA

              Profa. Ana Cecilia Tavares, CEP - EMB

              Mediador: Profa. Clara Albuquerque, UFRJ

 

18:00h (programa): Recital de alunos dos cursos pro­fis­si­o­na­li­zante, de gra­du­ação e pós-gra­du­ação das se­guintes ins­ti­tui­ções: Es­cola de Mú­sica/UFRJ, Es­cola de Mú­sica de Bra­sília (CEP-EMB), UNI­CAMP, UFPE, FF­CLRP /USP, UFJF, Es­cola Mu­ni­cipal de Mú­sica, SP.

 

Dia 05 de outubro

 

14:00h: "As pesquisas organológicas e sua relação com as práticas interpretativas"

              Profa. Helena Jank, UNICAMP

              Profa. Mayra Pereira, UFJF

              Prof. Félix Ferrà, Academia Nacional de Música participação de Rita Cabus, cravista

              Mediador: Prof. Eduardo Antonello, UFRJ

 

18:00h (programa): Recital de alunos dos cursos pro­fis­si­o­na­li­zante, de gra­du­ação e pós-gra­du­ação das se­guintes ins­ti­tui­ções: Es­cola de Mú­sica/UFRJ, Es­cola de Mú­sica de Bra­sília (CEP-EMB), UNI­CAMP, UFPE, FF­CLRP /USP, UFJF, Es­cola Mu­ni­cipal de Mú­sica, SP.